Blog

O FIM DA CULTURA OU A INVENÇÃO DA ARTE? 8 IDEIAS PARA VOCÊ CONTINUAR VIVENDO DE ARTE

O FIM DA CULTURA OU A INVENÇÃO DA ARTE? 8 IDEIAS PARA VOCÊ CONTINUAR VIVENDO DE ARTE

Estamos em época de isolamento social por conta do Covid-19, e com isso o mundo mudou da noite para o dia. Na arte, por exemplo, vários artistas estão passando por um processo de reinvenção, porque a demanda pelo entretenimento é gigantesca. Por isso, é preciso criatividade para entregarmos a arte para quem precisa, seja como for!

E agora mais do que nunca é preciso ter essa virtude, ver a arte de formas que nunca foram vistas. Voltar ao bom e velho pensar fora da caixa, pois é em momentos difíceis que as coisas evoluem. É preciso pensar diferente tanto na arte em si como na realização dos projetos e até mesmo na captação de patrocínio.

E por falar em captação de patrocínio, se você quer saber sobre este assunto, leia o artigo Saiba como arrecadar recursos para projetos no nosso blog e se torne um expert na área.

Mas antes de chegarmos ao motivo de você ter clicado neste artigo, é preciso deixar uma base para a criatividade, pois ela sozinha não surte todo o potencial que ela pode alcançar. Por isso, a dica de ouro:

O Marketing Digital

Talvez você esteja cansado de ouvir isso em todo lugar que vai, porém é a mais pura verdade: marketing e publicidade são essenciais para se sobreviver no mercado de trabalho, e agora mais do que nunca para divulgar sua arte online. Com certeza ele é o novo inglês, ou seja, quem não sabe já está um passo atrás na disputa de espaço.

Saber pelo menos o básico do marketing digital te possibilita ter uma visão de venda mais ampla e profissional, possibilitando que você consiga traçar estratégias mais eficientes, tanto para a montagem de seu projeto como também para a captação de patrocínio.

Mas agora, vamos ao que interessa! Existem várias estratégias, ideias e formas que o artista e o produtor cultural podem continuar exercendo sua profissão, mesmo em cenários difíceis de se lidar, para que a arte não pare. Por isso, separamos 8 ideias de como você pode alcançar seu público de maneiras diferentes!

1 – Cinema Home Office

A produção de um filme ou um curta pode ir além do estúdio ou das ruas em si. O cenário é extremamente mutável, e a ideia aqui é que a equipe trabalhe a partir daquilo que tem em casa, de forma remota.

Um bom exemplo de que isso pode acontecer, é o ótimo vídeo do Porta dos Fundos que é baseado justamente nessa ideia, ainda mais em tempos de coronavírus. Então, vale a estratégia para quem é da área de cinema.

2 – Shows Drive-In

Todo mundo já deve ter ouvido falar no cine drive-in, não é mesmo? O romantismo, a privacidade, a experiência diferente e… uma das formas que podemos levar a arte de forma consciente! Com a estrutura correta, é possível utilizar o drive in também para o teatro, shows e até mesmo o circo.

Em Brasília por exemplo, o projeto Super Tela já pretende se apresentar dessa forma, fora os projetos que já estão rolando de exibição de filmes no estacionamento da Torre Digital, também na capital federal.

3 – Galeria Virtual 

Há vários artistas pelo mundo expondo e vendendo suas obras de forma online, as apresentando em sites e simulando todo o processo tradicional de maneira remota e conseguindo viver muito bem a partir disso. Mas, sempre lembrando que é necessário usar o marketing de forma sábia, pois quanto melhor se fizer isso, melhor serão os ganhos.

E ainda no mundo da arte visual, é fato que as pessoas estão mais sedentas por conhecimento, e essa é uma oportunidade a ser explorada. Se você sabe muito sobre história da arte, por exemplo, porque não fazer uma tour guiada por museus do mundo afora utilizando o Google Art and Culture? E isso vale também para monumentos históricos, cidades, arquiteturas… Enfim, é um mundo de possibilidades!

4 – Aulas EAD

Para você que é professor, ou tem conhecimento em alguma área específica, que tal passar esse saber adiante e ofertar aulas online? Aulas de oratória, dicas de atuação, desenho, fotografia, roteiro, redação, marketing… Existe uma infinidade de alternativas!


Existem plataformas como o Zoom e o Hangout onde é possível ministrar essas aulas. É uma ótima forma de qualificar as pessoas, estudar e ainda por cima faturar com isso.

5 – Shows Musicais 

Com certeza a primeira coisa que você pensou foram as lives dos grandes artistas, não é mesmo? Pois bem, é uma ótima forma para os cantores atuarem com o seu público, mas não é a única!

Trios elétricos e shows no melhor estilo serenata são ótimas opções para continuar levando música para todos. No DF, já aconteceu na cidade de Águas Claras shows dessa forma, sendo patrocinados tanto pelo próprio condomínio, quanto por empresas locais.

6 – Ensaio Fotográfico Online

Sim, é isso mesmo que você leu! Alguns fotógrafos estão sendo contratados para guiar modelos e capturar a imagem da transmissão, resultando em fotos tão boas e inspiradoras quanto se fossem tiradas pessoalmente.

Além disso, se você sabe tratar e editar fotos, pode muito bem oferecer esse serviço online, cativando as pessoas a resgatarem aquela foto esquecida das últimas férias e dar uma cara nova para ela. 

7 – Contadores de história

Um dos inúmeros desafios dessa quarentena é manter os pequenos entretidos, e sabemos que às vezes falta criatividade para isso. Por isso, uma boa oferta é justamente oferecer lives lúdicas, voltadas para o público infantil, com contação de histórias, teatro de fantoches e músicas. 

É um público que pode ser muito divertido de se trabalhar, e se feito da forma correta, com certeza irá gerar uma base de fãs sólida, afinal de contas, qual pai e mãe que não quer ver seu filho feliz?

8 – Games

Essa veio quentinha do forno! Muito recentemente, o rapper Travis Scott fez um show exclusivo dentro do jogo multiplataforma da Epic Games, Fortnite. A inovação ilustre virou trending topics rapidamente no Twitter, fora a porta de entrada para mais um meio de comunicação artístico que foi aberto.

Okay que dependendo do jogo o investimento pode ser na casa dos milhões de reais, mas há outras possibilidades de se atuar no mundo dos games, como por exemplo entrando em algum projeto de criação de jogo, ou até mesmo iniciando o seu próprio em parceria com programadores e designs.

Como ganhar dinheiro dessas formas?

E para quem ficou se perguntando qual a forma de monetizar essas ideias, temos as mesmas opções que teríamos com as formas tradicionais de arte: patrocínio direto ou por lei de incentivo e bilheteria. 

No patrocínio direto, alguma empresa irá investir dinheiro diretamente para o seu projeto, como forma de veicular a marca dela e conseguir o retorno em forma de mídia para ela mesma.

Com as leis de incentivo, a Arte em Curso é especialista em execução e aprovação de projetos culturais através principalmente da famosa Lei Rouanet. Mas, para saber mais sobre ela, leia o artigo no nosso blog e tire todas as suas dúvidas! 

Por fim, mas não menos importante, a boa e velha bilheteria. E para ela, é possível cobrar ingressos tanto pela plataforma do Sympla, como por alguns bancos. O Banco do Brasil por exemplo, dá a opção de gerar um link onde a pessoa pode pagar pelo próprio app deles caso seja correntista, ou por boleto caso não sejam.

Gostaram das dicas? Comente aqui embaixo sua opinião e compartilhe com um amigo seu que precisa muito se reinventar, para poder continuar vivendo de arte, que é justamente o que todos nós artistas queremos.

Até mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como podemos te ajudar?