Blog

Saiba como apresentar seu projeto cultural e atrair o seu patrocinador

Saiba como apresentar seu projeto cultural e atrair o seu patrocinador

A viabilidade do seu evento cultural depende da captação de recursos. Com os valores necessários, é possível partir para a execução de todas as etapas previstas no planejamento. Mas, para obter esses efeitos, é fundamental pensar na apresentação de projeto.

Essa é uma fase direcionada aos possíveis patrocinadores e visa à obtenção de apoio. A intenção é fazer a proposta de patrocínio cultural e demonstrar por que se trata de uma oportunidade vantajosa para o negócio.

Na sequência, veja algumas dicas práticas para acertar em tal etapa e descubra como conquistar o “sim” dos patrocinadores.

Selecione corretamente as empresas

Ter uma proposta de patrocínio atraente é muito importante para ser bem-sucedido na tarefa. Ao mesmo tempo, é preciso garantir que ela atinja as pessoas certas. Somente assim é possível aumentar as chances de sucesso e de obter os valores necessários.

Nesse sentido, é importante começar pela definição de quais serão as empresas contatadas. Em vez de achar que o seu projeto tem de buscar por todo tipo de patrocinador, entenda que falar para o público certo é muito mais efetivo.

Verifique, por exemplo, quais são os valores transmitidos pela sua realização. Um evento esportivo pode ter a intenção de comunicar a importância de vencer barreiras ou ter uma vida mais saudável.

Já uma apresentação teatral talvez foque na democratização do acesso à cultura e na integração dos setores da sociedade. Nesses casos, é fundamental procurar por empresas com ideias e atuações semelhantes. Assim, o apoio faz sentido para todos os envolvidos.

Pense na identidade visual

Cuidar do conteúdo é muito importante para que o seu projeto de patrocínio seja recebido da forma ideal. No entanto, não dá para se descuidar em relação à estética: ao ter atenção com essa parte, é possível capturar o interesse dos tomadores de decisão.

A dica é usar elementos que conversem com a proposta da sua realização cultural. Utilize recursos artísticos e que valorizem aquilo que se pretende levar aos possíveis patrocinadores.

Criar um vídeo permite que você se comunique de uma forma prática, que desperte emoções. Também pode ser o caso de elaborar um hotsite ou mesmo uma boa apresentação de slides. O importante é dar um visual diferenciado às informações.

Deixe claro quais são os objetivos

Durante o contato com uma empresa, os responsáveis não sabem, a princípio, qual é o interesse dos proponentes culturais. Os organizadores podem buscar parceria, apoio ou patrocínio.

Então, é muito importante deixar claro o seu objetivo. Se a intenção é captar recursos financeiros, apresente a cota selecionada para a companhia de acordo com o seu tamanho e suas características.

Nessa etapa, é preciso ir direto ao ponto. Não demore a dizer quais são as expectativas e que tipo de resultado se pretende obter por parte da empresa. Isso ajuda a alinhar a comunicação e aumenta as chances de consolidar um bom retorno.

Aponte os dados relevantes

No corpo da apresentação do projeto, inclua as informações importantes. Comece ao definir qual é o tipo de realização, o produto cultural e como tudo vai acontecer. Se a ideia é elaborar um festival de dança, indique o gênero, a quantidade de artistas que vai subir ao palco e os diferenciais da proposta.

Mas não se esqueça dos demais dados práticos, como a duração do evento e a expectativa de público. Exponha números e estatísticas, como o perfil médio do espectador esperado para a data.

Caso tenham ocorrido edições prévias, deixe claro como tudo aconteceu. Disponha os números dos anos anteriores, demonstrando a repercussão na mídia e até a satisfação das pessoas que compareceram.

Detalhe as vantagens do investimento

Logo em seguida, a apresentação de projeto deve incluir todos os pontos positivos de realizar o investimento. Caso a proposta seja aprovada nas leis de incentivo, deixe claro que, na prática, o apoio sai de graça. Explique que a empresa poderá abater o valor na próxima declaração de imposto, o que garante um bom equilíbrio de custos.

Não se esqueça, é claro, de destacar as contrapartidas. Trata-se de “garantias” oferecidas aos patrocinadores, capazes de melhorar o retorno de forma substancial. Então, explique o que o negócio pode ganhar ao oferecer o valor da cota de patrocínio.

Dependendo da ideia, é possível conceder um conteúdo exclusivo, menções nas redes sociais, naming rights, ativações de marca e assim por diante. Vá além da proposta de apenas aumentar a exposição da marca, pois são os diferenciais que realmente atraem e convencem os empreendimentos.

Explore as contrapartidas certas

Como visto, uma das vantagens de patrocinar projetos culturais é a chance de ter acesso a várias contrapartidas. No entanto, é preciso definir corretamente a oferta de acordo com o tipo de evento, a empresa contatada e o valor do patrocínio.

Em produções audiovisuais, por exemplo, é comum oferecer o product placement. Essa integração natural com o produto ou a marca ajuda a transferir valores e a melhorar os resultados. A novela Avenida Brasil foi um grande sucesso de público e contou com inserções de marcas como Lupo e Kia.

Também há outras alternativas, como:

  • produção de conteúdo exclusivo para as redes sociais;
  • divulgação por parte dos artistas;
  • auxílio na mensuração de retorno por meio de ROI e ROO;
  • acesso a dados de clientes;
  • distribuição de ingressos de cortesia para sorteios e assim por diante.

Esclareça o planejamento de marketing

Um dos segredos do sucesso de uma realização cultural é o plano de divulgação. É preciso garantir que as pessoas sejam atraídas para o evento — quanto maior for a expectativa de público, melhor tende a ser o retorno.

Para que a empresa seja realmente atraída, é importante contar com um planejamento de marketing. Demonstre, por exemplo, quais serão as ações nas redes sociais e na mídia local, como jornais e rádios.

Não deixe de identificar como a marca será exposta nos flyers e em outros materiais de divulgação. A exposição, embora não seja o grande diferencial, é bem-vinda e deve ser oferecida de acordo com o valor recebido.

Uma boa apresentação de projeto é crucial para o sucesso de sua realização cultural. Seguindo nossas dicas, será possível conquistar o apoio das empresas de interesse e viabilizar sua proposta.

Quer uma ajuda extra na hora de colocar tudo isso em prática? Então, entre em contato com a Arte em Curso e veja como podemos ajudar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como podemos te ajudar?