Blog

Veja como as ações de sustentabilidade beneficiam o público interno e externo

Veja como as ações de sustentabilidade beneficiam o público interno e externo

As ações de uma empresa não devem ser voltadas apenas para o público externo. Dar atenção para a audiência interna também é muito importante — e isso pode ser feito por meio do endomarketing. Para atingir os dois segmentos de um jeito positivo, um caminho consiste em investir em ações de sustentabilidade e de patrocínio cultural.

Na hora de oferecer recursos, os negócios podem buscar realizações com características diversas. Assim, dá para garantir o alinhamento com a missão, com os valores e com o propósito, ao mesmo tempo em que há um engajamento elevado.

Mas, afinal, quais são os benefícios dessas ações de sustentabilidade e patrocínio? A seguir, veja algumas de suas principais vantagens!

Ampliação do reconhecimento de marca

Ter uma marca reconhecida é um dos maiores desejos dos empreendimentos que buscam crescer. Quando são adotadas ações de sustentabilidade e de patrocínio, esse efeito é ainda mais favorecido, o que gera alcance e novas oportunidades.

Na maioria das vezes, trata-se de algo muito utilizado para falar com o público externo, mas também pode gerar benefícios às pessoas de dentro da organização. Imagine, por exemplo, que a empresa vai lançar um produto. Para realizar a ativação de marca, ela criará uma experiência em um festival de música.

Ao mesmo tempo em que o público externo se envolverá com a atividade, o estabelecimento pode distribuir ingressos para seus funcionários, fornecedores ou parceiros estratégicos. Então, essas pessoas também participarão de tal ação e conhecerão melhor qual é a proposta.

Acima de tudo, essa é uma forma de gerar integração entre os diversos setores internos e de obter maior alcance da marca. Estar presente na vida das pessoas, mesmo que elas já façam parte do empreendimento, é uma maneira de conseguir resultados melhores.

Por meio das realizações adequadas, é mais fácil fazer o colaborador conhecer a cultura e a missão da empresa, entendendo como esses conceitos são aplicados na prática. Também é um jeito de ajudá-lo a sentir orgulho do empreendimento e a vestir a camisa do negócio. Com a integração, há uma produtividade ampliada e uma taxa de rotatividade menor.

Mudança ou reforço da imagem

As ações de sustentabilidade e de patrocínio cultural também são determinantes para que o negócio transmita uma mensagem sobre a própria atuação. Isso está ligado ao branding ou gestão de marca. Basicamente, com as escolhas corretas, é possível fazer com que o empreendimento seja visto pela ótica adequada por parte do mercado.

A Braskem, por exemplo, foi uma das principais patrocinadoras da Virada Sustentável. Com a campanha #reciclesuasideias, a empresa esteve na realização do evento em Porto Alegre, São Paulo, Salvador e no Rio de Janeiro.

A estrutura escolhida foi a Recycle Machine, com uma dinâmica divertida voltada para a relevância da reciclagem. Por ser interativa, a atividade serviu para explicar como separar o lixo e qual é o impacto dessa ação.

Isso faz com que a empresa se posicione como uma marca que se preocupa com o meio ambiente e que está atenta às exigências quanto à sustentabilidade. Além de tudo, permite que ela se estabeleça como uma autoridade sobre o tema, já que tem a função de orientar sobre um processo tão relevante.

Possibilidade de estreitar vínculos

Outro grande benefício de realizar as ações de sustentabilidade e de patrocínios é que esse é um caminho para estreitar laços internos e externos. Dependendo do projeto, a marca consegue humanizar a comunicação e se conectar com as pessoas de um modo intenso.

Pense em uma empresa que apoia um evento em comemoração à Semana do Meio Ambiente. Com atividades para todas as pessoas, os funcionários e suas famílias também são convidados a participar. Como consequência, a marca interage com o público consumidor e com as pessoas que compõem a sua estrutura.

Estratégias como essas são capazes de ampliar a fidelidade em vários sentidos. É o que aconteceu com a Whirpool, por meio do seu patrocínio à ONG Habitat for Humanity. Com o relacionamento próximo, surge uma conexão emocional e o estabelecimento ganha a preferência do consumidor.

No caso dos clientes internos, pode haver um aumento na taxa de retenção de talentos. Como resultado, o empreendimento tem melhores chances de ser bem-sucedido.

Criação de experiências únicas com a marca

O reforço do relacionamento também está ligado à criação de experiências únicas. Quando as ações de sustentabilidade são bem planejadas, é possível obter resultados diferenciados para todos os envolvidos.

No caso das ativações, por exemplo, a empresa consegue aumentar o engajamento e criar momentos e lembranças que duram na vida de quem participa. Isso amplia a presença da marca na realidade das pessoas e potencializa os efeitos.

O mesmo vale para o público interno. Ao criar experiências positivas para colaboradores e parceiros, há uma aproximação do relacionamento. Então, é mais fácil estabelecer uma troca de valor.

A Natura, por exemplo, é considerada uma das marcas mais sustentáveis do mundo. Com uma visão reforçada nesse sentido, realiza ações de sustentabilidade na Amazônia que são voltadas para o desenvolvimento e para a preservação.

No âmbito do patrocínio, tem como principal iniciativa o Natura Musical. Após uma década, mais de 1.000 projetos receberam o apoio — e todos com raízes brasileiras. Assim, a Natura consegue estabelecer novas experiências para todos que se envolvem com a marca, o que leva a efeitos de reconhecimento.

Aumento da Responsabilidade Social Corporativa (CSR)

Mais do que nunca, as empresas precisam demonstrar um impacto positivo na sociedade. Já não basta apenas perseguir os lucros ou fazer a melhor oferta. É preciso oferecer um propósito firme e capaz de atrair as pessoas.

Quanto aos colaboradores, uma pesquisa da Fortune com 1000 CEOs revelou que o propósito dos funcionários é o principal elemento para que a empresa busque um direcionamento. É fundamental apresentar esse impacto e fazê-lo ser importante.

Quando o tema é a sustentabilidade, isso é ainda mais relevante. Cerca de 86% dos compradores norte-americanos esperam que as companhias tenham uma atuação social e ambiental, por exemplo. Inclusive, 81% dos consumidores estão dispostos a fazer alguns sacrifícios, como abrir mão de marcas ou produtos, para gerar um bom impacto.

Quando o negócio fortalece a sua Responsabilidade Social Corporativa (CSR), portanto, transmite a mensagem que o público espera. Por meio das ações de sustentabilidade, a promessa não é vazia.

A Energisa, por exemplo, patrocina diversas realizações culturais voltadas para ações de sustentabilidade, executando campanhas de conscientização — como a coleta seletiva em seus prédios — e ações de endomarketing em diversos projetos, como: Projeto Usina Cultural, a Fábrica do Futuro e até o filme “Meu Pé de Laranja Lima.

Bônus: como encontrar os melhores projetos?

Para colocar isso em prática e obter os efeitos positivos, é essencial escolher os projetos certos. Para tanto, tudo começa com a definição dos objetivos e a seleção do seu público.

É preciso entender o que se pretende alcançar com a estratégia e como os resultados serão medidos — pelo retorno sobre investimento (ROI) e sobre objetivos (ROO). A partir daí, inicia-se o momento de escolher projetos e ações alinhadas.

Para tornar a etapa mais fácil, ter o apoio de uma consultoria para patrocínios faz a diferença. Com uma equipe especializada, fica simples avaliar quais são as ações que devem ser implementadas de acordo com o cenário.

Como você viu, as ações de sustentabilidade e de patrocínio cultural trazem ótimas oportunidades para o negócio. Realizadas do modo correto, permitem atingir os públicos externos e internos e gerar bons efeitos.

Quer concretizar tudo isso? Então, entre em contato com a Arte em Curso e veja como podemos ajudar o seu empreendimento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como podemos te ajudar?